Tudo e Nada

Acordo Ortográfico de 1990

Não gosto do Acordo Ortográfico 1990 (o Novo Acordo Ortográfico, que já está em vigor há dez anos, pelo que já não tem nada de novo), essencialmente porque foi mal implementado, mal estruturado e tem coisas que são verdadeiras parvoíces (ultrapassa-me pára deixar de ter acento, por exemplo). Por não gostar, quando entrou em vigor eu decidi que não o adotaria, como muitos que lia. Entretanto, profissionalmente fui forçada a adotá-lo. Trabalho para um organismo público e por isso não tenho outra hipótese.

Durante muito tempo tentei manter a minha escrita pessoal numa era e a profissional noutra, mas obviamente não resultou, estou completamente contaminada e corro o risco de dar (ainda mais) erros. Então, há umas semanas transferi-me totalmente, como já repararam. Reconheço agora que foi um erro fazer finca-pé e não estudar e adotar totalmente o Acordo quando entrou em vigor. Primeiro porque me contaminei de forma irregular e depois porque teimei em não lhe reconhecer coisas boas, que as tem. Para trás ficam algumas incongruências — não tenho como ir corrigir uma a uma, lamento—, mas é o que é.

2 Comments

  • Susana Bastos

    Lamento muito a decisão, até porque o destino deste acordo é a revogação.

    Reply

Leave a Reply