Tudo e Nada

É isto o Coronavírus?

Há uns tempos disseram-me, comentado o estado de desleixe em que esta casa se encontra, que o blogue não tinha passado pelo coronavírus. Não deixa de ser curioso eu ter escolhido finalmente atualizá-lo no dia em que obtive a confirmação que estou infetada com o dito.

2020 foi um ano de loucos e escrevi muito, mas desapareci daqui. No final do ano comecei a sentir uma vontade de não estar só no Instagram, local onde as minhas palavras encontraram abrigo nos últimos tempos, e voltar à base. Escrever sem limitação de caracteres e num registo que me diz mais, de diário ou, melhor, de confessionário.

Não tenho bem a certeza se vou cumprir este desejo e se vou mesmo escrever mais por aqui, é uma vontade, mas eu tenho mostrado não cumprir estes desejos pouco concretos e planeados.

Sei que me apetece e por isso para já é um plano.

Em relação ao bicho… estávamos já a cumprir isolamento profilático por contacto com positivo, fomos fazer o teste há uns dias e só hoje obtivemos o resultado: positivos (menos o Duarte que será certamente um falso negativo). Está quase tudo assintomático. Eu tive uma tosse ligeira, que já nem tenho. A Leonor teve uma diarreia violenta, mas hoje está completamente recuperada. O vírus teve mercê de nós e passou sem mossa maior. Mais uma para apontar na lista da sorte.

O confinamento é dor conhecida, angustia como já sabíamos, mas ao mesmo tempo revela-se menos duro. A mente já tem a estrutura encaixada e isso assusta tanto quanto apazigua. No geral, sinto-me tranquila, com acessos esporádicos de nervos. Estou a dosear o Twitter e cortei o Instagram e até ver isso está a ajudar-me a ter tempo para as outras coisas.

Perdi um pouco a vontade de ver séries e também filmes, o que não serve o propósito da minha lista de a ver para os Óscares. Pelo contrário, tenho lido muito. E tenho brincado com os miúdos e cozinhado para um regimento.

O Gonçalo disse «é isto o coronavírus»? Para nós, é. Felizmente.

Continuemos.

No Comments Found

Leave a Reply