Category

Eu, Coimbrinha, me confesso

Eu, Coimbrinha, me confesso

Brunchando por Coimbra

Cá em casa somos fãs de Brunch. Quando vivíamos no Porto adorávamos brunchar ao domingo, bem tarde! Agora somos pais de família e vamos ao brunch logo no início. Tem vantagens: ainda há de tudo, não há mesas ratadas, e como não estamos de ressaca comemos tudo com outro gosto! ahahah

Quando voltámos para Coimbra apaixonámo-nos pelo brunch maravilhoso da Cafetaria do Museu da Ciência. Fomos lá muitas vezes. Infelizmente há uns meses a Cafetaria fechou e deixa muitas saudades…

Há umas semanas a minha irmã falou-me do brunch no Hotel Vila Galé e acabámos com o nosso luto e fomos lá espreitar.

No Comments
Eu, Coimbrinha, me confesso

Passeio de fim-de-semana

O fim-de-semana anunciado de chuva deu-nos tréguas para passearmos.

 

De manhã fomos estrear o patim que comprámos para aplicar no carrinho dos gémeos e poder transportar o Gonçalo também no carrinho. 

Decidimos ir à Livraria Faz Conto que fica no Exploratório. Já tinha ouvido falar da Faz Conto desde que abriu e tinha muita curiosidade em visitá-la. Uma das minhas melhores amigas ofereceu há uns tempos um livro absolutamente delicioso de lá, o Mamã:

 

O Gonçalo fez questão de mandar uma mordidela no livro porque pessoas com crianças não podem ter nada de que gostem em bom estado…

 

Tem sido a nossa companhia todas as noites e quisemos comprar um novo que fosse igualmente bonito.

 

O espaço está muito giro, é muito amoroso e os livros são uma perdição.

 

Vamos tentar voltar numa das actividades. A Faz Conto tem sempre coisas giras a acontecer para os miúdos, ora vejam o programa de Abril:

Encontrámo-nos lá com uns amigos e ainda deu para o Gonçalo andar a brincar com a L. que está cada vez mais gata.

 

No exploratório estava uma incubadora com pintainhos a nascer e os miúdos adoraram (e os adultos também, embora haja quem tenha ficado a pensar em não comer mais ovos…).

 

Depois fomos almoçar à Praxis. Eu não sou daquelas Coimbrinhas que renega a cidade, acho que temos imensa coisa gira e de qualidade. Acho que há muitos restaurantes bons e giros, mas devo confessar que restaurantes verdadeiramente baby friendly não há muitos. E very baby friendly para mim só há este. Na nossa condição actual, para comermos fora os cinco precisamos de espaço, não há como dar a volta. O carro dos gémeos é grande e temos que os levar no carro e sentir que não estamos a incomodar toda a gente à volta cada vez que abrimos os braços. Sempre que fomos à Praxis sentimo-nos bem-vindos, o que não acontece em todo o lado. Há sítios que quando nos vêem chegar com o carrinho não colaboram e deixam bem claro que o que vamos gastar não lhes chega o transtorno de ter de ter carrinhos no restaurante. Além disso, na Praxis há sempre sopa e fruta, e nunca falta cadeira para o Gonçalo.

 

Acresce que a cerveja é muito boa, e quando a cerveja é boa o Clã Amorim Morais volta.

 

Foi um Domingo bom.

No Comments